Blog

Como ensinar o seu filho a lidar com as emoções? [Parte 1]

Posted on

“Não gostar de emoções negativas é tão útil quanto não gostar de inverno. O inverno virá você querendo ou não, assim como as emoções. Melhor do que gostar ou não gostar é saber lidar com elas”.

Nos dias atuais saber lidar com as próprias questões emocionais é algo extremamente importante e valorizado, é só observar o quão criterioso estão as seleções de trabalho, na qual se buscam indivíduos mais “equilibrados emocionalmente”, ou que saibam lidar com pressão, por exemplo.

Antigamente o nível de inteligência de uma pessoa era muito valorizado e hoje percebe-se que o valor não é mais o quanto se sabe, mas sim como se relacionar consigo mesmo e com os outros.

É o que a Psicologia chama de “Inteligência Emocional” que é a habilidade de reconhecer os seus próprios sentimentos e emoções, além de compreender as dos outros e saber lidar com elas.

Lidar com as próprias emoções não significa que a criança não chora, ou não se irrita, significa que sabe lidar com elas, ou seja, quando possuem um problema conseguem encontrar soluções de forma saudável.

Crianças desde o começo da vida, expressam suas emoções e a partir daí a papel dos pais

Adolescentes

Um pouco sobre a pré-adolescência

Posted on

É comum encontrar artigos e textos informativos sobre o desenvolvimento infantil e sobre adolescência, mas quando se fala sobre a transição entre essas duas fases não é muito comum encontrar muitas informações como dicas e sugestões em relação aos pré-adolescentes, por isso trago hoje um breve texto sobre essa fase.

De acordo com o estatuto da criança e adolescente, a adolescência começa aos 12 anos de idade, portanto, dos 09 aos 12 anos é o que podemos chamar de pré-adolescência, mas não há uma idade fixa começar, pois fatores culturais e físicos, podem interferir no comportamento.

Blog

Baixo Rendimento Escolar

Posted on

Geralmente com o retorno às aulas no mês de Julho já percebemos como vai o desempenho escolar do aluno. Nessa época aumenta-se a preocupação dos pais e professores principalmente se há a probabilidade de repetência.

É importante procurar compreender sobre as notas baixas em um primeiro momento; é necessário descobrir quais as dificuldades do aluno, se são de alguma matéria específica como exatas ou humanas, ou se as notas baixas se estendem por todo o boletim.

A partir disso é importante a interação entre pais e a escola, ambas poderão se auxiliar para encontrar os motivos dos problemas e procurar soluções, que podem envolver apoio escolar, mudanças na família, ajuda extraclasse e intervenção e orientações de profissionais como psicopedagogos e psicólogos.

Blog

O brincar e o Desenvolvimento Infantil

Posted on

A brincadeira é sem dúvida uma atividade essencial ao desenvolvimento infantil sadio, muitos são os benefícios tragos por essa atividade tão comum no cotidiano infantil.

É a partir da brincadeira que a criança constrói sua experiência de se relacionar com o mundo de maneira ativa, além de poder vivenciar a tomada de decisões por meio de experiências como em um jogo. Essa é uma das características importantes da brincadeira, pois proporciona o desenvolvimento da autonomia, criatividade e responsabilidade quanto a suas próprias ações.